Menos conversinha,
Mais conversão!

Mudar é sempre um desafio. Seja pela expectativa do novo que vem pela frente ou pela saudade que fica daquilo que ficou para trás (ah, o nosso pôr do sol). Desde o dia 5 de julho estamos de casa nova e resolvemos contar para vocês um pouquinho de como foi todo esse processo. A sede antiga, a necessidade de um novo espaço, o projeto, a reforma, os imprevistos, a mudança e, finalmente, o novo.

Foram quase três anos na antiga sede, duas salas comerciais na Avenida Nereu Liberato Nunes, no centro de Navegantes (SC). Em 2018, quando decidimos abrir a empresa, alugamos uma sala de 59 m2 para 8 a 10 pessoas no máximo. Em 2020 surgiu a necessidade de um espaço para reuniões e para receber os clientes. Alugamos então uma sala ao lado, de 29 m2. No final do ano, a equipe aumentou e a sala que seria para reuniões passou a ser usada como espaço de trabalho.

Mas não parou por aí. Havia mais uma sala disponível no nosso andar e resolvemos alugar para não perder a oportunidade. A empresa já estava em ritmo forte de crescimento e havia chegado o momento de investir na estrutura. A ideia inicial era abrir as paredes das três salas para integrá-las em um ambiente único. O projeto começou a ser desenhado até que surgiu a primeira barreira. Havia muitos pilares de sustentação que não poderiam ser derrubados, impossibilitando a integração que a gente gostaria. Partimos para o plano B.

A busca por um novo espaço

Começamos a analisar todas as possibilidades, inclusive uma mudança para outra cidade catarinense como Itajaí ou Joinville. No entanto, dois motivos nos fizeram desistir: o alto custo dessas cidades que são pólos tecnológicos e, principalmente, o local de residência de grande parte da nossa equipe presencial, que é em Navegantes. Iniciava agora a busca pelo espaço ideal. Até que encontramos uma sala de 270 m2 que foi no passado uma loja de roupas. O local não tinha cozinha e nem banheiros, mas a localização era privilegiada, na área central da cidade, a apenas 5 min a pé do Ferry Boat. A reforma seria grande, mas topamos o desafio.

A reforma

interior

Quem já encarou alguma obra na vida, sabe o B.O. que é. Quando a gente vê, o orçamento já estourou faz tempo e o prazo (que prazo?) já era. O custo da reforma foi o dobro do planejado e a obra durou quase seis meses, quatro a mais do que o definido no início do projeto. Foram muitos imprevistos no meio do caminho. Toda a elétrica teve que ser refeita porque a casa era muito antiga e o piso demorou para chegar no resultado esperado.

O projeto 

Assinado pela designer de interiores Ana Paula da Silveira, do A+A Interior Design, o projeto foi todo pensado em favorecer a contemporaneidade e o design industrial. “Sabíamos que a nossa missão, além de deixar o novo espaço lindo, era auxiliar a empresa a continuar crescendo através de um projeto super ousado e moderno que acarretasse em um ambiente excelente para seus colaboradores trabalharem, bem como receptivo para seus clientes. E o resultado final não poderia ser diferente: por meio da nova disposição do layout, cores, texturas e iluminação utilizada, a nova Convertr ficou com uma identidade jovem, moderna e dinâmica”, destaca Ana.

Para não prorrogar a obra por muito mais tempo, decidimos nos mudar para a nova sede sem ela estar completamente finalizada. Priorizamos as estações de trabalho para a equipe, assim como a copa e os banheiros. As demais melhorias serão implementadas ao longo deste ano, como as duas salas de reunião, as cabines de reunião individual e a repaginação da área externa, além de toda a decoração. Aos poucos, vamos deixar tudo como a gente sempre quis.

O resultado

No meio de uma pandemia, enquanto muitas empresas fechavam as portas, nós estávamos investindo. O que muita gente chamou de loucura, eu chamo de investimento. Na estrutura, na equipe, no futuro. Desde o início, sempre fui o maior incentivador para termos um espaço maior, mais profissional e adequado para o nosso time. Queríamos algo que fosse aconchegante para quem trabalha, envolvente para quem conhece e acolhedor para quem visita. A sensação de novo e do crescimento pós lockdown é desafiadora e satisfatória. Quando vi o resultado, foi um misto de sentimentos bons, de dever cumprido. Ver que tudo aquilo que pensamos lá no início está ganhando forma é extremamente gratificante.

interno2

“Eu acho que eu fui uma das mais entusiasmadas quando soube que teríamos uma nova estrutura. Toda hora enchia o saco do Gabriel perguntando: ‘E aí, quando vamos nos mudar?’. Lembro que ainda na primeira semana na sede nova eu tive que ir para Curitiba por conta de alguns problemas pessoais e só fui conhecer o escritório na semana seguinte. A ansiedade foi a mil. Quando entrei na sala, que surpresa boa. Superou muito as minhas expectativas. Ficou incrível. Valeu a pena esperar.” Flávia Brito - redatora.

“Eu estava muito ansiosa para ver o resultado. Já tinha visto o projeto e amado, mas quando vi pronto, amei mais ainda. Ficou a nossa cara. O lugar é amplo, estamos todos mais integrados e próximos. O mais legal foi perceber que cada detalhe foi pensado e executado para proporcionar mais bem-estar para todos, para que a gente se sinta em casa. E é justamente essa a sensação que eu tenho: de estar em casa. Com certeza vamos comemorar muitas conquistas neste novo espaço. Ficou demais.” Jéssica Russ - Customer Success. 

Quer saber como ficou? Dá uma olhadinha nesse vídeo com o Antes e Depois. 

De Navegantes para o mundo

interno3

Desde muito antes do home office se firmar como uma possibilidade para muitas empresas, a Convertr já atuava no formato híbrido. Nossa equipe está espalhada por Navegantes, Itajaí, Joinville e Blumenau, em Santa Catarina; Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; e Franca, em São Paulo. Atuando presencialmente hoje temos 65% da equipe, mas com a nova sede estamos aptos para receber os novos que ainda virão, além de permitir que a gente reúna - quando necessário - todo o time que atua remotamente nas outras cidades.

A cidade catarinense de Navegantes possui condição territorial privilegiada. Está muito próxima das principais cidades do estado e possui diversas entradas para ela, sendo as principais a BR-470, a travessia do Rio Itajaí-Açú e o bairro de Gravatá. Cortam o município duas vias importantes do país, como a já citada BR-470 e a BR-101, além de possuir um aeroporto internacional. E, mais do que isso, possui uma orla marítima de aproximadamente 12 km. É muito mais prazeroso trabalhar perto do mar, você não acha?

Quando passar por aqui, venha nos visitar. Só avisa antes pra gente preparar o cafézinho.

Andrew

Co-founder, sócio e responsável pela área técnica da Convertr, Andrew abriu sua primeira empresa aos 16 anos e de lá pra cá não parou mais. Por trás de códigos e mais códigos de programação, há também um bom músico. Andrew arrasa na guitarra, curte um surf e passeios de bike.