Menos conversinha,
Mais conversão!

O frio já está dando as caras e junto com ele chega o momento de tirar as roupas de inverno do fundo do armário. Para ter os tricôs, casacos, jaquetas, moletons e cachecóis sempre à mão, é preciso reorganizar o seu closet, certo? Com o seu e-commerce de moda não é diferente.

O inverno brasileiro começa oficialmente no dia 21 de junho, mas as temperaturas já começaram a cair em boa parte do país. Mais do que reorganizar o guarda-roupa, a gente sabe que o friozinho costuma despertar nas pessoas a vontade de comprar roupas novas. Por isso, a chegada da nova estação exige que as estratégias do seu e-commerce sejam revistas e adaptadas para que o seu negócio continue crescendo.

Nós preparamos algumas dicas e orientações para que você aproveite ao máximo o potencial de vendas da estação mais fria do ano. Confira:

interior

1. Personalize a sua loja:

Não adianta ter ótimas peças de inverno se elas ficarem no fundo do seu closet, certo? Você vai acabar esquecendo de usá-las. A mesma lógica vale para o seu e-commerce. Reorganize a vitrine da sua loja. Coloque em destaque jaquetas, calças, blusas de manga longa, tricôs e produtos mais “quentinhos”.

Utilize tons mais frios na comunicação e chamadas com apelos emocionais. Isso deixa a mensagem mais humanizada e cria uma conexão maior com o seu cliente. Altere os banners para a temática do inverno, tanto na home quanto nas páginas das categorias. Trabalhe com chamadas mais específicas como:

1. “Esfriou? Confira a nossa linha de tricôs”

2. “As temperaturas caíram e é hora de renovar o closet”

3. “O frio chegou pra valer. Conheça a nova coleção de casacos que vai bombar nesse inverno”.

Essas são alterações simples, mas que geram um impacto positivo nas vendas. Seja criativo!

2. Aposte em uma comunicação mais direcionada:

Lembre-se de explorar o timing certo para atrair os consumidores. Busque estar atento ao clima nas principais cidades e capitais que são estratégicas para a sua marca. Acompanhe pelos aplicativos do celular. Quando notar que uma nova frente fria está chegando, este é o gatilho perfeito para mandar um e-mail marketing ou fazer um post nas redes sociais.

Além disso, a chegada do inverno também traz novas possibilidades de conteúdo para você trabalhar de forma orgânica, seja através de e-mail marketing ou das redes sociais. Comida e frio combinam demais. Você pode publicar receitas de chocolate quente, comidas típicas de inverno como um bom fondue, vinhos e tábuas de frios, entre outros. Se você tem uma linha de produtos comfy, por exemplo, traga dicas de como ficar quentinho em casa em tempos de home office com as suas peças. Enfim, priorize conteúdos que se relacionem com a época do ano. Isso gera identificação e tem mais chances de apresentar uma melhor performance.

3. Trabalhe a sazonalidade na mídia paga

Não é só a loja e o seu conteúdo orgânico que devem ser personalizados, mas sim toda a comunicação adotada nesse período, o que inclui suas campanhas em mídia paga. É muito importante se antecipar, planejar e divulgar suas campanhas assim que as temperaturas começarem a cair. Trabalhe com criativos (copy e design) voltados para o inverno, mesmo que a sua marca não tenha produtos da estação. Como? Por exemplo: se você vende apenas moda praia, que tal criar uma promoção de inverno? “Liquida de inverno: moda praia com preços imperdíveis” ou “As temperaturas caíram e os preços também. Aproveite o inverno para garantir o biquíni do próximo verão”.

metricas

4. Analise os invernos dos anos anteriores

Sempre que for traçar as suas estratégias, verifique o que aconteceu no inverno do ano anterior. O que deu certo? O que deu errado? Quais foram os produtos que mais saíram? Quais venderam menos? Assim, você tem um melhor direcionamento e já pode preparar o seu estoque de forma inteligente.

5. Responsabilidade social

Nós sabemos o quanto o inverno pode ser cruel para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. Que tal aproveitar o momento para fazer uma campanha beneficente? Você pode escolher uma ONG ou instituição de caridade para reverter em doações uma parte do lucro de determinado período. Quem não gosta de comprar alguma coisa sabendo que estará ajudando outras pessoas? Além disso, a sua marca ganha em visibilidade e apelo social, o que poderá se refletir em vendas no futuro.

E, por último: acompanhe suas métricas. Não se gerencia o que não se mensura. Por isso, analise sempre os resultados das suas ações. Só assim é possível montar estratégias eficazes, baseadas em dados e não em suposições.

As trocas de estações são excelentes oportunidades para dar uma alavancada em suas vendas. Reinvente-se e aproveite!

Flávia Brito

Redatora da Convertr, Flávia traz na bagagem mais de 15 anos de experiência em produção de conteúdo. Jornalista por formação, é apaixonada por um texto bem escrito. É por isso que This is Us é a sua série favorita. Nas horas vagas é esposa do Henrique, mãe do Gabriel, de 2 anos, e de duas filhas caninas, a labradora Maya e a vira-lata Kika.